top of page
  • Foto do escritorAbner Vellasco

Como não ter problemas com a garantia estendida



Que sensação boa comprar uma geladeira novinha ou finalmente trocar de celular, não é mesmo? Toda conquista, não importa o valor, foi resultado de bastante trabalho e, sem dúvida, é um investimento do seu dinheiro em algo que fará diferença na sua vida.


Por isso, nada mais comum do que querer proteger essa compra. No entanto, alguns clientes que compram seguros para proteger seus bens, podem enfrentar alguns problemas para fazer valer os seus direitos.


Ao tomar alguns cuidados antes de contratar a garantia estendida, você diminui as chances de passar por algum problema futuramente. E, se mesmo assim precisar ir atrás dos seus direitos, você descobrirá agora o que é possível fazer!


Saiba como não ter problemas com a garantia estendida


A garantia estendida é um serviço vendido para aumentar o prazo que você tem para consertar um eletrodoméstico sem pagar por isso. Atualmente, existe a garantia de um ano oferecida pela marca, que você já conhece bem, então, nem sempre é um bom negócio comprar a garantia estendida.


O que você precisa saber caso escolha pagar por essa garantia


Qual a cobertura oferecida?

O produto só será segurado em relação ao que estava na apólice (que é o contrato). Ou seja, se você comprou um notebook, por exemplo, deve prestar atenção nas coberturas previstas no contrato: se a bateria pifar, o seguro cobre? A placa do aparelho está inclusa na garantia? E se ele for roubado, o seguro garante a devolução do dinheiro? Todas essas informações precisam ser conferidas.


O que é garantia do fabricante e o que foi pago?

Muitas lojas vendem a garantia de três anos, quando, na verdade, você está comprando apenas dois anos de garantia uma vez que o primeiro ano costuma ser de graça para eletrodomésticos. Fique atento: você não pode usar a garantia estendida enquanto a do fabricante estiver valendo. Ou seja, se o aparelho que você comprou apresentar algum problema logo no primeiro ano, a loja não poderá ajudar.


Como não ter problemas para acionar o sinistro?

O sinistro acontece quando o bem sofre algum dano e dá para usar o seguro para consertá-lo. Isso significa que você precisará entrar em contato com a seguradora e pedir os seus direitos. No entanto, usar o seguro está entre os casos que mais geram reclamações na Susep, a Superintendência de Seguros Privados.


Uma forma de evitar qualquer tipo de problema é entender exatamente a cobertura do seu contrato. Procure tirar todas essas dúvidas antes de assinar o contrato e, caso já tenha um seguro, informe-se o quanto antes sobre as condições principais. Por mais que você converse com o corretor e deixe claro o que gostaria de ter no seguro, sempre confira se todas as informações estão no papel.


A seguradora tem 30 dias para resolver seu problema

O prazo parece longo, mas é previsto por lei. Você não pode exigir o conserto antes dos 30 dias. O fabricante tem o mesmo tempo que a empresa que vendeu o produto tem para resolver um problema.


Conheça seus direitos!

A Susep garante o cancelamento, a devolução do dinheiro ou a troca do produto: procure os varejistas para ter este direito atendido. Você tem 7 dias para cancelar a garantia estendida em caso de arrependimento.


Se a empresa não respeitar as suas reivindicações, além de procurar a Susep, você pode reclamar no Procon do seu estado.


Caso você não consiga resolver amigavelmente, as medidas judiciais cabíveis podem ser aplicadas. Procure um advogado de sua confiança!



Entre em contato pelos nossos canais:






Comments


bottom of page