• Abner Vellasco

Quais cuidados você deve ter ao contratar um seguro prestamista



Segundo uma pesquisa da Confederação Nacional do Comércio, Bens, Serviços e Turismo (CNC) divulgada no início de junho, sete em cada dez famílias brasileiras estão endividadas e 30% das famílias estão com as contas atrasadas.


O estudo ainda mostrou que 10% dos pesquisados não possuem condições para pagar as contas e 77% das pessoas responderam que têm dívidas em aberto.


Nesses casos, o seguro prestamista pode ser uma boa ajuda. Esta modalidade de seguro é voltada para o pagamento de obrigações financeiras, no caso de situações inesperadas que impeçam a quitação de dívidas.


Diante de uma série de imprevistos que podem acontecer e estejam listados na apólice de seguro, o prestamista entra em ação para cobrir o pagamento das parcelas ou das dívidas.


Mas na hora de contratar o seguro prestamista, é essencial tirar todas as dúvidas e, principalmente, ler o contrato com atenção. Dessa maneira, você ficará ciente sobre os trâmites necessários para acionar a cobertura.


É fundamental lembrar que qualquer oferta ou anúncio realizado pelas seguradoras deve ser cumprido.


Caso a publicidade do seguro anuncie uma condição que se demonstre diferente na hora da assinatura do contrato, pode ser classificada como propaganda enganosa.


Além de ler com atenção a apólice do seguro, o consumidor também deve observar os valores relatados na cobertura do seguro e quais são os procedimentos para que a indenização seja realizada.


Uma vez que este processo pode se mostrar burocrático e acabar impedindo o acionamento do seguro.


Se você teve algum problema na hora de receber o valor da cobertura do seguro, busque um advogado para analisar seu caso.


Nossa equipe está preparada para te ajudar e, se for necessário, ingressar com uma ação judicial para requerer o recebimento da indenização.

Entre em contato pelos nossos canais:







9 visualizações0 comentário